Gestão de Riscos

Para o Conglomerado Prudencial BMG, a gestão de riscos é essencial para a maximização da eficiência no uso do capital e para a escolha das oportunidades de negócios, bem como para garantir a preservação da integridade e a independência dos processos. Desta forma, o Consolidado Prudencial BMG tem desenvolvido, com base nas melhores práticas de gerenciamento integrado de riscos, políticas, sistemas e controles internos para a mitigação e controle de possíveis perdas decorrentes da exposição aos riscos aos quais suas atividades estão expostas, com um conjunto de processos e rotinas adequados às suas modalidades operacionais.

Neste contexto, o Consolidado Prudencial BMG gerencia seus riscos – de capital, de crédito, de liquidez, operacional e de mercado – com ações específicas para cada um, descritas abaixo:

Gerenciamento de Capital – A política de Gerenciamento de Capital descreve sobre mecanismos e procedimentos destinados a manter o capital compatível com os riscos incorridos pela instituição e com as exigibilidades regulamentares de capital, definidas pela legislação local pertinente, publicada pelo Banco Central do Brasil, com a finalidade de preservar a rentabilidade, solvência e, consequentemente, a continuidade e a capacidade de crescimento de seus negócios.

Para maiores informações, clique aqui.

Risco de Crédito – As políticas de risco de crédito do Consolidado Prudencial BMG buscam garantir que as exposições ao Risco de Crédito estejam coerentes com o apetite a risco declarado pela Administração. Para isso, define critérios de acompanhamento da performance de crédito; projeções de perdas, de modo a garantir precificação adequada dos instrumentos financeiros; realização de testes de estresse e adequação das políticas de concessão, quando identificadas oportunidades e/ou necessidade.

Para maiores informações, clique aqui.

Risco de Liquidez – A política de gestão do risco de liquidez visa assegurar que a realização das estratégias e objetivos do Banco seja avaliada continuamente, a fim de mitigar possíveis descasamentos dos prazos, de forma a permitir ações corretivas quando necessárias. Para isso, estabelece parâmetros mínimos de caixa a serem observados e mantidos, bem como ferramentas necessárias para sua gestão em cenários normais ou de crise.

Para maiores informações, clique aqui.

Risco de Mercado – Quanto ao risco de mercado, o Conglomerado Prudencial BMG busca empregar uma política conservadora, para supervisionar e controlar de forma eficaz cada fator para que, assim, possa identificar e quantificar as volatilidades e correlações que podem impactar o preço do ativo. Neste sentido, a área de gestão utiliza práticas e tecnologias para a medição e acompanhamento de limites previamente definidos, das sensibilidades e oscilações à exposição cambial, taxa de juros, preços de ações e mercadorias (commodities), prevendo, inclusive, os riscos inerentes a novas atividades e produtos, adequando os controles e procedimentos necessários.

Para maiores informações, clique aqui.
Para acessar o Manual de Marcação a Mercado, clique aqui.

Risco Operacional – A Gestão de Risco Operacional consiste no processo de identificação, avaliação, mensuração, controle e mitigação, monitoração, prevenção e reporte de todas as situações que representam riscos o Consolidado Prudencial BMG. Sendo assim, a Política de Risco Operacional tem como objetivo definir diretrizes para estabelecer um efetivo ambiente de gerenciamento de riscos dos seus processos, produtos e serviços, de forma a assegurar que o cumprimento com as normas estabelecidas de governança e controle estejam em comprometimento com as orientações da alta administração.

Para maiores informações, clique aqui.

Relatório de Gerenciamento de Riscos

Relatório de Gerenciamento de Riscos